OAB representa promotor paraibano por acusar advogado de mentir em audiência

Uma discussão entre o promotor de Justiça Marinho Mendes e o advogado Neto Gouveia durante um julgamento no plenário do Tribunal do Júri, realizado nesta quarta-feira, 21, em Guarabira, está repercutindo intensamente na região. Por causa do diálogo áspero, a subseção da OAB da Rainha do Brejo emitiu uma nota de repúdio. Marinho teria dito que o réu havia apreendido a mentir com o advogado. Inconformada com as intervenções do promotor, a OAB deve encaminhar uma representação contra ele ao Ministério Público da Paraíba.

Gouveia Neto disse ter sido lamentável enfrentar no tribunal um promotor de Justiça que tentou desqualificar a classe advocatícia. “Não compete ao representante do Ministério Público proferir impropérios contra quem quer que seja, muito menos constranger o réu, perguntando se eu havia lhe ensinado a mentir”, disse o advogado. O réu, contudo, foi absolvido por unanimidade.

O promotor Marinho Mendes foi procurado para comentar a queixa do advogado, mas seu telefone estava desligado. Ele também não respondeu à mensagem deixada em seu perfil no Facebook.

Confira trechos da ata que mencionam as declarações do promotor:

 

OAB representa promotor paraibano por acusar advogado de mentir em audiência

1 comentário

  • Maira Aires
    11:49

    Por essa e outras a lei sobre abuso de autoridade deve ser aprovada. Estamos cansados de juizes que se julgam deuses e agora de promotores que tambem querem esse título. O advogado em pleno exercicio de sua profissao nao pode ser desacatado. Lamentável …

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.