Dom Manoel Delson

Dom Manoel Delson cursou Filosofia e Teologia em Nova Veneza (SP) e no Instituto de Teologia da Universidade Católica de Salvador (BA). É licenciado em Letras e tem Mestrado em Ciência da Comunicação Social, em Roma, na Pontifícia Universidade Salesiana. É Arcebispo da Paraíba.


O Batismo e a Salvação

O Batismo é o fundamento de toda a vida cristã, a porta da vida no Espírito e a porta que abre o acesso aos demais sacramentos. Pelo Batismo somos libertados do pecado e regenerados como filhos de Deus, tornamo-nos membros de Cristo, somos incorporados à Igreja e feitos participantes de Sua missão (cf. CIC,§ 1213).

Como bem nos ensina o Catecismo, o Batismo é fundamental para a vida do cristão, pois a partir dele abre-se uma porta para viver sob o governo e a ação do Espírito Santo, e a partir dele há uma libertação do julgo do pecado, bem como uma regeneração da condição primeira que é a filiação divina, já não se é mera criatura, mas pelo poder do sacramento, se torna filho de Deus.

Nosso Senhor condiciona o batismo como necessidade à salvação, quando ressuscitado se manifesta aos onze apóstolos e determina: “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura. Aquele que crer e for batizado será salvo;”, como registrado no fim do último capítulo do evangelho de São Marcos. Portanto, com base no que Jesus nos comunica o batismo é fundamento e necessidade à salvação do cristão.

Este sacramento tem o poder de nos incorporar à Igreja, que é Corpo Místico de Cristo neste mundo, e ainda de nos fazer comungar de toda a sua vida, através dos demais sacramentos, como a Eucaristia, centro da vida cristã, sacramento que atualiza em nossas vidas a paixão, morte e ressurreição de nosso Senhor.

São Paulo de modo muito claro ensina sobre isto quando na Carta aos Romanos afirma: “Portanto, pelo batismo nós fomos sepultados com ele na morte para que como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também nós vivamos vida nova”, aqui contém o simbolismo eficaz do seu rito, pois o “banho” por imersão na água sepulta o pecador na morte de Cristo, de onde sai com Ele pela ressurreição, como nova criatura, homem novo, membro do único Corpo animado pelo único Espírito.

O Batismo é necessário a nossa salvação, portanto, porque no ato do batismo nos encontramos com e somos incorporados ao Corpo de Cristo, e como ensina o nosso Papa Emérito Bento XVI: “Se habitualmente a realidade suja, por meio do contato, contagia e mancha a realidade pura, aqui temos o contrário: em que o mundo, com toda sua injustiça e as crueldades que o mancham, entra em contato com o imensamente Puro, aí Ele, o Puro, revela-Se o mais forte.” Que o Bom Deus nos dê sempre a graça de viver com fidelidade diária o nosso batismo, e que sejamos portadores da Sua Salvação no meio do mundo tão amado por Ele!

O Batismo e a Salvação

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.