Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

O amor não prende

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O maravilhoso dom do Espírito Santo, recebido no dia do nosso Batismo, fala-nos constantemente que Deus não abandona seus filhos. O Senhor prometeu enviar o Paráclito: “(…) que nos tornaria capazes de receber a Deus. Assim como a farinha seca não pode, sem água, tornar-se uma só massa nem um só pão, nós também, que somos muitos, não poderíamos transformar-nos num só corpo, em Cristo Jesus, sem a água que vem do céu” (Santo Irineu). O Espírito Santo, além de nos santificar, Ele nos une ao Cristo Ressuscitado e faz com que sejamos um também com nossos irmãos.

O Domingo de Pentecostes ainda é fruto da manhã da Ressurreição. É o Ressuscitado que nos comunica o fogo do amor de Deus. Que tipo de luz o mundo necessita? São muitas as façanhas humanas, e muitas destas são belas, mas, há uma iluminação que só pode vir da graça de Deus. O mundo, tão sacudido pelas ondas das ideologias, necessita unicamente da luz que vem de Deus. Sem Deus e sem a Sua graça, não podemos fazer nada!

Ainda estamos sendo sacudidos pelo prolongamento da pandemia. O que fazer? Desanimar? O Espírito Santo é consolo que acalma. Ele é doce alívio! O consolo de Deus não nos paralisa num conformismo ingênuo, mas nos põe no lugar daqueles que confiam em Deus, e confiam em tudo! “Se tirais o seu respiro, eles perecem e voltam para o pó de onde vieram; enviai o vosso Espírito e renascem e da terra toda a face renovais.” (Sl 103)

Celebrar Pentecostes significa celebrar a confiança no amor constante de Deus. Não estamos entregues a nós mesmos, mas temos um Defensor, o Espírito Santo, que nos foi dado para caminhar neste mundo. Naquele dia de Pentecostes, a Igreja se manifestava publicamente e na sua voz saltava o feliz anúncio que ecoa até os nossos dias:  Deus ama todos os homens! O amor não nos prende a círculos, mas rompe nossas fronteiras. “O Espírito não quer que a recordação do Mestre seja cultivada em grupos fechados, em cenáculos onde tendemos a ‘fazer o ninho’. E esta é uma doença má que pode vir à Igreja: uma Igreja não comunidade, nem família, nem mãe, mas ninho. O Espírito abre, relança, impele para além do que já foi dito e feito, Ele impele para além dos recintos duma fé tímida e cautelosa.”(Papa Francisco)

Peçamos à Virgem Maria, a Esposa do Espírito Santo, que nos eduque na escola de santidade de Seu Filho Jesus. Que sua prece de Mãe nos acompanhe, principalmente, quando nos faltar o ardor apaixonado pelo anúncio de Cristo.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

UFPBemdia15.12.2022FotoAnglicaGouveia5de23-800x500 (1)

Superintendente do HULW, Marcelo Tissiani divulga apoio à reeleição de Valdiney Gouveia

Polícia Civil e Militar

Ex-suplente de vereador é assassinado na zona rural de Matinhas

agentesemob (1)

Maratona de João Pessoa altera trânsito em vários pontos na manhã deste domingo

enterrotiopaulo (1)

Após dois dias no IML, “Tio Paulo” é enterrado sob forte comoção de parentes

mercadodefagundes

Teto do Mercado de Lucena desaba depois das chuvas deste sábado

terezinhaemonica (1)

DCE declara apoio à candidatura de Terezinha e Mônica para eleições na UFPB

prefeito-edmilson-rodrigues-belem-filho

Filho do prefeito de Belém do Pará morre aos 16 anos

Homem é preso na PB ao receber 20kg de maconha, do Paraná, em caixas de chá

Homem é preso na PB ao receber 20kg de maconha, do Paraná, em caixas de chá

Polícia da PB prende, no Pará, dupla que furtou 50 celulares de shopping em Campina Grande

Polícia da PB prende, no Pará, dupla que furtou 50 celulares de shopping em Campina Grande

Trens, CBTU JP

Trens voltam a fazer trajeto completo entre Cabedelo e Santa Rita após obras em ponte