Nonato Bandeira evita polemizar com José Maranhão

Três dias depois da entrevista coletiva concedida pelo ex-governador José Maranhão (PMDB), rebatendo as acusações de ter deixado um rombo de R$ 1,3 bilhão para a gestão de Ricardo Coutinho, o secretário de Comunicação Institucional, Nonato Bandeira, evitou comentar as queixas de Maranhão e disse que a polêmica sobre a situação financeira do Estado é "matéria vencida".

– Isso já foi mostrado exaustivamente pelos secretários da área econômica com documentos. Brasília tem essas informações dos próprios cadastros que eles têm lá sobre a situação financeira do Estado da Paraíba. Isso é matéria vencida. Revisar esse assunto não constrói. A Paraíba quer saber o que deve ser feito e o que pode ser feito para tirar a Paraíba de uma situação de atraso econômico e social terrível. Metade da população vive com menos de um salário mínimo. A Paraíba precisa sair dessa situação e não ficar nesse rame-rame. Essa guerra já ficou para trás.

Bandeira fez uma retrospectiva breve dos primeiros 100 dias de governo de Ricardo Coutinho e disse que a gestão, neste período, retomou obras paralisadas, como os reparos em 12 barragens e deu início à construção de mais três. Para a semana que vem, o secretário adiantou que Ricardo Coutinho deve apresentar uma solução para o colapso na distribuição de água no Brejo paraibano.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.