Nilvan espera apoio de grupo bolsonarista na disputa pela Prefeitura de João Pessoa

O comunicador Nilvan Ferreira disse nesta segunda-feira (16) que espera contar com o apoio dos defensores do presidente Jair Bolsonaro na disputa pela Prefeitura Municipal de João Pessoas nas eleições 2020.

“A gente pretende ter um leque de aliança que vai orbitar entre centro e direita, esse é o campo da nossa atuação, e a gente espera que os defensores do presidente Bolsonaro entendam a importância desse momento, de que a gente precisa unir forças. Nesse momento o mais importante é o que a gente espera pra cidade”, frisou.

A principal tarefa nesse momento destacou, é unir a cidade. “Nós temos uma tarefa. É unir a cidade, é um projeto de João Pessoa, para os próximos anos, que consiga unificar a cidade em qualidade de vida e que essa gestão tenha como meta o cidadão, tenha como meta as pessoas e cuidar dos problemas cruciais, como saúde”, disse durante entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Jovem Pan João Pessoa (102,5 Mhz).

Segundo ele, estas são as questões básicas que vai priorizar para atrair simpatizantes para o projeto em torno do seu nome como provável candidato do MDB para prefeito de João Pessoa, projeto que, afirma, tem como meta principal a qualidade de vida de quem mora em João Pessoa.

Nilvan Ferreira assinou a ficha de filiação aos quadros do MDB na última sexta-feira (13), e segundo ele foi o primeiro passo para a construção de um projeto importante para a cidade de João Pessoa.

“Estou muito tranquilo, não fujo de desafios, acho que a gente tem um chamamento importante da população nesse momento”.

Sobre denúncias de corrupção envolvendo o partido e integrantes da legenda, ele disse que está tranquilo e elas não o atingem em nenhum aspecto.

“Estou indo para o MDB, que tem a missão, no momento, no brasil inteiro, de se oxigenar, o MDB que depois de ter figuras importantes do partido no Brasil citados na Operação Lava Jato, Michel Temer preso. Depois de tudo isso o MDB tem como meta fazer uma completa renovação dos seus quadros, primando pela ética. É pelas mãos de José Maranhão que eu estou indo e é por isso que eu estou indo seguro. Estou tranquilo. A luta contra a corrupção tem que ser permanente”, afirmou.

Comentários