Ney Suassuna e Milton Marques Júnior disputam vaga na APL no dia 17

O falecimento do professor, ex-reitor da Universidade Federal da Paraíba e escritor Antônio de Souza Sobrinho deixou vaga a cadeira de número 40 da Academia Paraibana de Letras (APL). Sobrinho morreu aos 79 anos no dia 8 de agosto de 2019, no Hospital da Unimed devido à evolução de quadro de pneumonia e infecção pulmonar. Para o preenchimento de sua vaga na APL, estão inscritos dois candidatos: o ex-senador Ney Suassuna e o professor Milton Marques Júnior. A escolha será realizada das 8h às 12h e o resultado deve ser conhecido logo em seguida. Ao todo, 39 imortais têm direito ao voto que é presencial e permitido a todos que estivem em dia com a mensalidade da APL.

Milton Marques Júnior é uma das maiores autoridades brasileiras na área de estudos relacionados à cultura dos gregos na antiguidade clássica. Escritor e professor da UFPB, já deu aulas de Língua Portuguesa, Literatura Portuguesa, Literatura Brasileira e Literatura Comparada, além de latim e Literatura Latina e Grega.

Ney Suassuna é empresário, foi senador e sua formação acadêmica inclui o bacharelado em Administração e Economia pela UFRJ e em Pedagogia pela Faculdade Castelo Branco, também no Rio de Janeiro. Entre suas obras publicadas estão “É proibido ter ideias novas, ou a velhice do novo, de 1981; e Ousadia, de 2001.

Comentários