Wendel Limeira

Wendel Limeira é formado em Comunicação Social com habilitação em Rádio e TV pela Universidade Federal da Paraíba.


Não tão novo normal

Com a crise existencial acentuada pelo não tão novo coronavírus, muitas pessoas se viram obrigadas a adotar estratégias para ganhar mais popularidade no Instagram. Não importa se o país já passou da marca dos 160 mil óbitos, o que vale são os 200 mil seguidores prometidos pelos especialistas de plantão.

Gente bonita, descolada e clima de paquera! As redes sociais, que antes já eram as vitrines do mundo irreal, agora se consolidam como as embaixadoras da (in)felicidade. Afinal, já dizia o poeta: em terra de pandemia, quem tem curtidas é rei.

Esqueça as máscaras e capricha no carão! Já que estamos todos imunizados, com drinks elaborados e celulares nas mãos, todo o mundo precisa saber que você nasceu para quebrar as regras e mostrar que “empatia” não funciona na prática. Não se preocupe, se você se sente inseguro com os fofoqueiros na espreita, posta como um #tbt. O importante é aglomerar como se não houvesse amanhã. (risos)

Para mostrar sua militância na internet, de vez em quando, também é bom fazer stories com alguma notícia do G1, Folha de São Paulo ou UOL. Sempre com alguma opinião genérica e com palavras difíceis para mostrar que você entende do assunto. Calma! Não precisa dominar a temática, aqui só queremos causar.

Não menos importante, abuse e use das hashtags. Mostre que você sabe algumas palavras em inglês. Os quatro anos de curso que seus pais pagaram e você faltou não foram em vão. #amores #40tena #bff #top #sunset #friends

Seja bem vindo ao não tão novo normal.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.