Mulher trans queimada viva em Pernambuco está em estado grave e teve braço amputado

A mulher trans Roberta Silva, de 32 anos, que foi queimada viva no Centro do Recife, em Pernambuco, teve o braço amputado e permanece internado em estado grave. As informações foram divulgadas na manhã deste domingo (27) pelo Hospital da Restauração, no Recife.

Roberta teve 40% do corpo queimado na madrugada da última sexta-feira (25). Ela foi submetida a cirurgia ontem (26) e está intubada.

O ataque a Roberta ocorreu no Cais de Santa Rita, Centro do Recife. Foi queimada na região do peito, barriga, mãos e braços.

A polícia apreendeu um adolescente suspeito de atacar Roberta. Ele foi autuado por “ato infracional análogo a homicídio doloso tentado”. O menor foi levado para uma Unidade de Atendimento Inicial (Uniai) da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).

 

 

 

 

Foto: Katherine Coutinho/G1

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.