Mulher que jogou gato para ser morto por pitbull em João Pessoa é identificada

A Polícia Civil já identificou a mulher que lançou um gato para ser atacado e morto por um cachorro da raça pitbul. O fato ocorreu no último sábado (5), no bairro do Geisel, em João Pessoa e foi registrado por câmeras de segurança instaladas na casa onde o cão é criado. A suspeita tem cerca de 30 anos de idade e reside na mesma rua em que o crime foi praticado. O nome não foi divulgado, mas vizinhos disseram se tratar de Josefa de Freitas que não é vista na rua desde o dia do crime.

O caso está sendo investigado pela Delegacia do Meio Ambiente de João Pessoa. Segundo a delegada Clea Pereira, titular da unidade policial, diversas diligências vêm sendo feitas com objetivo de localizar a agressora.

“Desde ontem (segunda-feira, dia 6) que nossos agentes estão realizando diligências para localizar a pessoa que aparece nas imagens jogando o gato por cima do muro da residência. Já obtivemos informações sobre a identidade dela e seu endereço. Ela será intimada para comparecer à delegacia e assinar um termo de compromisso que faz parte do Termo Circunstanciado de Ocorrência, em virtude do crime praticado”, declarou a delegada.

A delegada já tomou o depoimento da mulher proprietária do cão pitbul e de outra testemunha que confirmaram que o gato arremessado em direção ao cachorro foi atacado e morto pelo cachorro. Além dos testemunhos, a polícia já está de posse das imagens que mostram como tudo ocorreu.

“A imagem é clara. Mostra perfeitamente a mulher pegando um volume, que sabemos ser um gatinho, e o lançando por cima do muro de uma casa, onde havia um pitbul. Depois de lançar o animal, a mulher segue seu caminho naturalmente, como se nada tivesse acontecido, demonstrando frieza”, observou Clea Pereira.

A mulher será enquadrada com em prática de maus tratos contra animais, prevista na Lei de Crimes Ambientais. A pena é de três meses a um ano de detenção, sendo agravada em caso de morte do animal atacado

“Em virtude de o crime ter pena inferior a dois anos, a mulher responderá em liberdade. No entanto, ela terá que comparecer à delegacia, assinar o termo de compromisso que faz parte do Termo Crcunstanciado de Ocorrência e responder a processo judicial”, explicou a delegada.

Mulher que jogou gato para ser morto por pitbull em João Pessoa é identificada

16 comentários

  • Vera Lúcia
    17:44

    Ela não tem 30 anos como vocês estão afirmando aí na matéria. Ela já é uma mulher com mais de 50 anos, quase 60.

  • Margarida
    17:44

    Ah coração sem Deus, sem paz, sem amor… está chegando o Dia que isso tdo vai terminar.Maranata.

  • Fafá
    17:44

    Nunca fiquei tão revoltada.
    Essa cretina tinha que ter o mesmo destino do gato.
    Enquanto essa lei for tão fraca para pessoas sem caráter, sem coração, isso vai continuar acontecendo.
    Tem que ser revista a lei contra maus tratos. Tinha que prender por 20 anos ,aí essa covardia ia acabar. Pessoas cruéis tem que ter um final igual. Animais inocentes tem sofrido por causa de pessoas sem escrúpulos, sem vergonha na cara. Eles já vc sofrem por tantos motivos e o ser humano ainda faz uma barbaria dessas. Tem que ter um castigo de peso. Pq nada vai mudar o que esse imunda fez, pelo menos tem que pagar caro para não fazer de novo. Tranca essa vaca e coloca ela para catar muito côco na cadeia.

  • Carlos Alberto Silva
    17:44

    O.mais certo nesse caso, era pegar essa pilantra e jogar para o Pitbull fazer o que fez com o pobre animal que morreu. Uma pessoa dessa não pode viver em sociedade. Mostrou que não vale nada. Merece uma boa surra! Estou revoltado!!!!

  • Carla
    17:44

    Aposta quanto que quando ela for pega vai alegar que tem depressão ou problemas mentais.
    Interessante pq ela mesma ñ pulou o murro. Pula nada, isso foi um ato de crueldade mesmo pura maldade.

  • Orlando Minieri
    17:44

    As leis são muito brandas, essa psicopata tinha que ser presa e pagar uma bela multa que lhe quebrassem as pernas. Maldita seja.

    • Carlos Alberto Silva
      17:44

      Essas leis no Brasil são um absurdo. Ela bandida deveria ficar atrás da jaula.

  • jossileia jordão
    17:44

    Se nosso país protegesse de verdade os animais,Essa monstra deveria limpar as vezes de um canil te 50 cães por 5 anos p pagar o que fez.
    NOSSAS LEIS
    SÃO UMA VERGONHA!

    • Carlos Alberto Silva
      17:44

      Concordo plenamente.

  • Fábio BBC
    17:44

    Através dessa monstruosidade praticada por esse MONSTRO, uma forma de castigá -la seria arremesá-la para sentir a mesma dor que o gatinho indefeso sofreu. Nada justifica e nenhum argumento me faz compartilhar com uma selvageria dessas. Infelizmente ainda continuam praticando atrocidades contra os anjinhos de quatro patas por deficiência em nossas leis, brandas e ainda para causar mais revolta: um MONSTRO desse responde ao processo em liberdade. No momento que será ouvida, claro que virão as lágrimas de crocodilo e a famosa frase: “estou arrependida “.

  • Cleo miranda
    17:44

    FDP!!! Não vai dar em nada!! Não temos leis, em proteção aos nossos animais.. essa d3sgracada vai pagar na mesma moeda. Um pitbull vai arrancar essa cara de demônio fora!!!

  • Tania regina
    17:44

    Não consigo acreditar …cena horrível! Tenho 2 gatinhas e as trato como princesas! Essa mulher deveria pagar caro pelo que fez,como pode ser tão sangue frio,escrotá,lixo…vadia!

    • jossileia jordão
      17:44

      É de cortar o coração ver q existem pessoas tão ruins assim com os animais,mas tem aquele ditado,
      AQUI SE FAZ AQUI. SE PAGA!!
      ELA vai sofrer ainda

  • LENE
    17:44

    Maldita dos infernos deveria jogar essa vagabunda para o pitbull pra ela vê o quanto o pobre inocente indefesso sofreu. Alma sebosa lixo bactérias da pios espécie. Mas da lei divina tu não escapará maldita. Tomara q tu fique em cima de uma cama as larvas tapurus te comendo vida satanai😖😖😖😖

  • Francisca
    17:44

    Sabi pq isso acontece nessa mundo de merda pq as lei nn uma bosta, essa maldita colocou o gato pra ce morto ai vai responde em liberdade, essa lei ambiental deveria ce mudada pelo amor de deus, se isso nn acontecer nada muda nesse país de imundos, pq sabi que so assina um termo e responde em liberdade, vadia sfd como fzr isso com um podre animal que nunca fez mal pra ela, infeliz se vc morrace bem más perto faria o pior com vc ia população vadiiiiiiiiia …
    Indignada😢

  • Josedeandrade
    17:44

    Não acredito e continuo não acreditando que essa mulher fez com o gato e ainda vai responder em liberdade pra mim responder em casa ě gostaria da cara da lei acabar ďe matar e ir pra casa que ler gostosa obse Cadeia pra quem maltrata os animas e matam os inocentes cadeia sem fiança se não a matança vai continuar

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.