Mulher é presa por espancar criança de 7 anos em Capim de Mamanguape

Uma mulher de 25 anos foi presa na madrugada desta sexta-feira (7) em Capim de Mamanguape, litoral norte do Estado, após espancar o filho de apenas sete anos de idade. Maria da Conceição da Silva, que é a mãe da criança, foi presa em flagrante e confessou ao delegado de plantão na seccional de Mamanguape, Thiago Sandes, que batia no filho, mas não tinha a intenção de matar a criança.

Ela foi autuada por maus tratos qualificados, quando há lesão corporal, e encontra-se na carceragem da Delegacia de Mamanguape aguardando a audiência de custódia pela Justiça. “O fato aconteceu no município de Capim, mas o flagrante foi lavrado em Mamanguape porque ocorreu durante o plantão daquela delegacia”, explicou o delegado Thiago Cavalcanti, da delegacia de Capim, que passa agora a investigar o caso.

Segundo o delegado Thiago Sandes, o caso gerou uma grande repercussão porque a primeira informação que chegou foi de que haveria um homicídio praticado pela mãe, mas isso não foi confirmado.

“Ao ouvir a suspeita e depois de analisar a situação clínica da criança e o receituário médico para encaminhá-la para o Trauma, ficou demonstrado que ela frequentemente sofria maus tratos pela mãe, no entanto, não deu para enquadrar como homicídio tentado e sim como maus tratos qualificados porque a intenção dela era outra e não a de matar a criança. Na verdade a mãe exagera na educação da criança e nos meios adotados para a ‘correção’ da mesma por ela ser muito desobediente”, explicou.

Foi através de uma denuncia anônima que a Polícia Militar chegou até a casa onde a criança morava com a mãe. Ao chegar ao local, os policiais encontraram o menino desacordado e com lesões na cabeça. A criança foi resgatada e levada para o Hospital Regional de Mamanguape, sendo transferida depois para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

Comentários