Motoristas confirmam greve a partir desta terça e sindicato das empresas questiona paralisação

 

O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de João Pessoa (Sintur-JP) julga inoportuna a paralisação anunciada para esta terça-feira (20) pelos motoristas de transportes coletivos de João Pessoa e negocia com o sindicato da categoria para evitar a paralisação de amanhã.

“Eu julgo inadequado, inoportuno, no momento, principalmente quando só se deve recorrer a algo tão extremo quanto uma greve, uma paralisação, depois de exauridas e estancadas todas as tentativas de diálogo e negociação, o que não aconteceu” disse o diretor institucional do sindicato , Isaac Júnior Moreira Júnior.

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) disse que os mais de 100 mil passageiros que precisam dos ônibus diariamente não podem ficar prejudicados mediante conflito da relação trabalhista interna entre empresários e funcionários.

O superintendente do órgão, George Morais, garantiu que a Semob-JP somará esforços para assegurar que a população não seja prejudicada. “Determinamos que o Sintur acione o departamento jurídico para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas, afim de evitar uma greve abusiva. Queremos a manutenção dos serviços essenciais com a totalidade da frota em operação atual”, afirmou.

Os motoristas de transportes coletivos confirmaram que vão cruzar os braços a partir da meia noite desta terça-feira (20) na capital paraibana, conforme matéria publicada no ParlamentoPB. A informação foi confirmada pelo presidente da Junta Governativa do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros e Cargas no Estado da Paraíba, Claudemir Bezerra.

Entre as reivindicações da categoria estão vacinação contra a Covid-19, retorno do pagamento de uma comissão de R$ 300, incremento nos valores do ticket-alimentação, distribuição anual de fardamentos, pagamento de horas extras e a contratação de mais profissionais.

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.