Ministro decide julgar em plenário recursos contra Cássio

O ministro Joaquim Barbosa, relator do recurso extraordinário do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) decidiu hoje levar ao julgamento do plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) os agravos regimentais impetrados pela Coligação Paraíba Unida e pelo vereador Bivar Duda contra a diplomação e posse do tucano, candidato mais votado para o Senado e que teve seu registro concedido depois que a Lei da Ficha Limpa foi considerada inválida para as eleições de 2010.

Não dá data prevista para o julgamento dos agravos. O advogado de Cássio, Luciano Pires, demonstrou otimismo hoje e disse que os recursos contra a posse de seu cliente tendem a ser rejeitados pelo STF.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.