Mesmo com decisão favorável, Roberto Santiago só deixa a prisão nesta quarta

O empresário Roberto Santiago obteve uma decisão favorável à sua soltura. O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli acatou o pedido de habeas corpus impetrado em favor dele alegando constrangimento ilegal com a prisão, que foi decretada em 22 de março. Mesmo assim, o dono do Manaíra e Mangabeira Shopping só deve deixar a prisão nesta quarta-feira, 24. É que o presidente do STF decidiu que a prisão preventiva deveria ser substituída por medidas cautelares e cabe à juíza Higyna Josita, que está substituindo Henrique Jácome, da Vara de Cabedelo, estipular que medidas serão essas.

No entendimento do presidente do STF a adoção de medidas cautelares se mostra suficiente no caso de Roberto Santiago porque ele não foi denunciado por obstrução à Justiça.

Roberto Santiago está preso na Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em Mangabeira desde o dia 18 de maio. Antes, ele foi mantido no 1º Batalhão de Polícia Militar.

O empresário foi apontado pelo ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, como o grande mentor do esquema de corrupção instalado em Cabedelo e que teve como um dos objetivos impedir a construção do Shopping Pateo Intermares, empreendimento do Grupo Marquise. Além disso, a organização criminosa teria comprado o mandato do então prefeito Luceninha para que Leto assumisse e agisse de acordo com os planos do grupo. O ex-prefeito disse que “cegou” pela amizade que tinha com Santiago.

Mesmo com decisão favorável, Roberto Santiago só deixa a prisão nesta quarta

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.