Marquise retoma processos, mas economia adversa pode alterar chances de Shopping

Depois de anunciar através da imprensa um contato com representantes do Grupo Marquise para tentar retomar a ideia de implantação do Shopping Pátio Intermares em Cabedelo, o prefeito em exercício do município, Victor Hugo, reuniu-se com o superintendente administrativo do Grupo Marquise Participações, Fábio Vieira na última segunda-feira, 7.

A conversa serviu para que o atual gestor manifestasse sua intenção de destravar barreiras anteriormente impostas ao empreendimento. É bom lembrar que desde 2015 o grupo tentou construir o shopping na cidade portuária, mas esbarrou em resistências diversas, na Câmara e na própria prefeitura. A natureza “externa” da motivação para impedir a concretização do negócio acabou sendo revelada em minúcias na denúncia divulgada ontem pelo Ministério Público Estadual no tocante à Operação Xeque-Mate, que apura ocorrência de atos de corrupção no executivo e legislativo, com a participação do empresário Roberto Santiago, dono do Manaíra e Mangabeira Shopping, entre outros investimentos no Estado.

Depois do encontro, os executivos da Marquise pretendem retomar todos os processos (Meio Ambiente, CBTU, etc) que ficaram prejudicados pelo “excesso de exigências” da gestão de Leto Viana e da Câmara Municipal. Apesar disso, as chances do Shopping Pátio Intermares sair do papel não são grandes. Isso porque o mercado econômico mudou muito nos últimos três anos e a realidade atual é desfavorável ao investimento que naquela época se apresentava viável.

Para se ter uma ideia do desgaste provocado pela crise no segmento, no último dia 6, o Estadão publicou uma matéria apontando que há cerca de 1 milhão de metros quadrados vagos nos 522 shoppings espalhados pelo País. “São 12,5 mil lojas desocupadas. Se nenhum novo empreendimento fosse construído ou ampliado, seriam necessários pelo menos quatro anos para que todo o espaço vazio fosse ocupado”. Clique aqui e leia a notícia na íntegra.

Marquise retoma processos, mas economia adversa pode alterar chances de Shopping

1 comentário

  • Felipe
    19:27

    com tempo que o grupo marquise vai levar para concluir o shopping, muito provavelmente, a economia já estará bem melhor. outra coisa, joão pessoa e região ainda comportam outro shopping de grande porte, isso é notório.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.