Marcondes Gadelha integra comitiva do presidente Sarkozy no Brasil

O cerimonial do governo francês convidou o deputado federal paraibano Marcondes Gadelha (PSB) para integrar, oficialmente, a comitiva do presidente Nicolas Sarkozy na visita ao Brasil no feriado da Independência. Marcondes, que disse ter recebido o convite “com honra e regozijo”, estará ao lado dos presidentes Lula e Sarkozy no palanque oficial do tradicional desfile de 7 de setembro em Brasília nesta segunda-feira. A cerimônia está marcada para às 8h30.

Marcondes, que é presidente do Grupo de Amizade Brasil-França no Congresso Brasileiro, atribui a referência do governo francês à recente participação em acordos comerciais do parlamentar paraibano. “O Brasil está comprando equipamentos militares à França e eu participei dessas negociações durante o período em que presidi a Comissão de Relações Exteriores da Câmara Federal”. Marcondes Gadelha visitou estaleiros, fábricas de helicópteros, foguetes, aviões e outras instalações na França e os relatos da viagem subsidiaram as negociações entre os dois países.

Gadelha informou que ainda no dia 7, o presidente Lula deverá assinar a compra do primeiro submarino nuclear brasileiro, o Escorpene. “Na verdade, estamos adquirindo o casco do submarino, já que o reator nuclear que equipará o Escorpene está sendo desenvolvido no Brasil. Além da cooperação comercial, a França também nos transfere tecnologia, ponto importante na nossa relação com aquele país”. Há poucos dias o deputado Marcondes visitou as instalações do governo brasileiro onde está sendo desenvolvido o reator nuclear. “A base fica no interior de São Paulo, na cidade de Aramar”.

Marcondes Gadelha adiantou que além do submarino nuclear o Brasil está comprando helicópteros e deverá fechar, em breve, a aquisição de caças para a Força Aérea. “O Brasil não tem hoje helicópteros de ataque. Com essa compra estamos dando um importante passo para a soberania nacional e para o domínio do espaço aéreo”.

Quanto aos caças, o parlamentar não crê em fechamento das negociações nas próximas semanas. “Três fornecedores disputam o fornecimento das aeronaves. A francesa Dassault, com o Rafale; a sueca Saab, com o Gripen NG e a americana Boeing, que oferece o F-18, também chamado de Super Hornet. Seja qual for a escolha, estaremos bem servidos”.

Além da cooperação militar, 2009 é o Ano da França no Brasil. “Neste caso, particularmente, tenho contribuído de maneira direta buscando dar maior brilho ao Ano da França no Brasil com uma grande divulgação, principalmente cultural, da França em território brasileiro”. Marcondes, que disse representar a Paraíba na solenidade, salienta que “o Brasil caminhou muito nas negociações com a França. Todos torcemos para que essa proximidade concorra para o estreitamento dos laços dos dois países em favor dos nossos povos”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.