Márcia Lucena comenta cassação de Karla: “A justiça começou a ser feita”

Ex-prefeita do Conde, Márcia Lucena (PT) comentou na tarde de hoje a cassação do diploma da atual prefeita Karla Pimentel e do vice, Dedé Sales, por abuso de poder econômico nas eleições de 2020. A decisão foi tomada hoje de manhã pela juíza da 3ª Zona Eleitoral de Santa Rita, Lilian Frassinetti Correia Cananea que determinou ainda a posse da segunda colocada no pleito, Márcia Lucena.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, a ex-prefeita disse que “a justiça começou a ser feita” e pediu calma aos apoiadores.

“Estou muito satisfeita com o trabalho da Justiça Eleitoral que expõe os efeitos de uma prática política totalmente fora dos ritos legais. Toda a população do Conde é testemunha de como nós fizemos nossa campanha e como nossos adversários agiram. Vamos esperar os próximos passos, os trâmites administrativos e legais e o importante é que os servidores estejam atentos de que não são de um prefeito ou prefeita, mas de uma instituição pública que deve ser cuidada e preservada. Calma, todo mundo. Vamos esperar os próximos passos”, disse ela.

Um jurista consultado pelo ParlamentoPB informou que a tendência é que a Justiça Eleitoral acate o recurso que será impetrado pelos advogados de Karla, o que normalmente acontece em casos de cassação decididos em primeira instância. O afastamento só se procede se o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba confirmar o entendimento da juíza Lilian Frassinetti Correia Cananea. A apreciação do recurso, contudo, pode demorar meses.

Para decidir pela cassação da prefeita, a juíza elencou condutas graves para determinar a cassação de Karla e Dedé: “O abuso do poder econômico sobressai, portanto, de um contexto probatório direto que elimina dúvidas quanto à presença de: 1) uso de contabilidade paralela (caixa dois); 2) falsificação de dados constantes da prestação de contas (retificação das contas sem a fidedignidade dos gastos, omissão de receitas e despesas); e 3) desvio de verbas oriundas de recursos públicos”.

Nota – Márcia Lucena também emitiu uma nota para comentar a decisão da Justiça Eleitoral:

Diante da decisão da Justiça Eleitoral de cassar o mandato da atual Prefeita na manhã desta quinta-feira, quero reforçar que acredito na justiça e na democracia. Assim como a Justiça Eleitoral decidiu hoje, confio que todas as outras acusações feitas a mim terminarão desta maneira. A justiça começa a ser feita!

Quem viveu a campanha eleitoral de Conde no ano passado, sabe que ela seguiu a mesma lógica da campanha de 2016, que é a lógica que eu acredito: da transparência, da lisura e do pé no chão.

O povo livre do Conde decidiu pela continuidade do nosso governo. É claro que as nossas condições de disputa não eram iguais e que daquela forma não haveria como ter sido vencedora. Agora a justiça provou isso.

Agradeço, de coração, todas as manifestações do povo de Conde e dos paraibanos e paraibanas. Estamos aguardando os trâmites da justiça e o chamado para a nossa posse pela Presidência da Câmara Municipal. O povo voltará ao poder!

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.