Marcelo Queiroga questiona atuação do consórcio de governadores do Nordeste

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que acompanhou a comitiva de Jair Bolsonaro na visita a cidade de São José de Piranhas, na inauguração do último trecho do canal do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, saiu em defesa do presidente no combate à pandemia do coronavírus.

Ele questionou, inclusive, a atuação do consórcio de governadores do Nordeste, do qual o governador João Azevêdo integra. “No passado, um consórcio de governadores disse que ia trazer vacinas. Quantas vacinas eles trouxeram? Nenhuma. Todas as vacinas foram trazidas pelo governo do presidente Bolsonaro”, declarou.

 

Destacou que já são mais de 320 milhões de doses de vacinas distribuídas com a população.

Segundo Marcelo Queiroga, Bolsonaro, desde o primeiro momento, priorizou a atenção primeira. “Porque nós sabemos que vamos melhorar a vida dos brasileiros com a medicina preventiva”, disse.

Segundo ele, são 53 mil equipes de saúde da família e um programa de vacinação “que é um dos maiores realizados em todo o mundo”.

A agenda do presidente na Paraíba integra a Jornada das Águas, roteiro que partiu da nascente histórica do Rio São Francisco, no norte de Minas Gerais, percorrendo os nove estados do Nordeste com anúncios e entregas de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de mudanças normativas que vão revolucionar a maneira como o brasileiro se relaciona com a água.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.