Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Marcelo Miranda é cassado por abuso de poder político

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram, há pouco, cassar o mandato do governador de Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e de seu vice, Paulo Sidnei Antunes (PPS), por prática de abuso de poder político. Os ministros, por unanimidade, seguiram o voto do relator, ministro Felix Fischer. O recurso contra o governador do Tocantins e o seu vice foi apresentado no TSE por José Wilson Siqueira Campos, segundo colocado para o cargo de governador em 2006.

Fischer assinalou em seu voto que o governador teria sido beneficiado com a distribuição de 80 mil óculos a eleitores, distribuição de lotes, entre outras condutas vedadas pela legislação eleitoral.

A defesa do governador Marcelo Miranda, alegou que o Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) do ex-governador Siqueira Campos foi ajuizado sem provas, sem apontar potencial lesivo das supostas condutas do governador reeleito em 2006. Afirmou que, no processo, há falta de rigor com a verdade desde a primeira peça. “Eles tentam transformar atos próprios de gestão em suposto abuso para o desvirtuamento da eleição”, disse. Citou ainda diversos erros técnicos no recurso, mas não obteve êxito.

Indireta – A sucessão do governador de Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e seu vice, será por eleição indireta, de acordo com o artigo 81 da Constituição Federal. A execução da decisão será feita após o julgamento de eventuais recursos apresentados ao Tribunal.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

f6e0316c-7fcf-455c-97a6-45997afb091b

Relatório de Efraim à PEC que criminaliza o porte de drogas é aprovado no Senado

camaradiasdavila

Vereadores de município baiano aprovam reajuste de R$ 0,46 para professores

chuvasjp (2)

João Pessoa tem média de 29 mm de chuvas em 24 horas, mas sem ocorrências graves

alpbabre (1)

ALPB garante acompanhantes para mulheres em procedimentos médicos com sedação

odonecico

Sancionada Lei que proíbe fogos de artifício com estampido em João Pessoa

1713220734661dac7e30ef1_1713220734_3x2_lg

Unimed manda cancelar plano de saúde de idosa de 102 anos

alph-ufpb (1)

Caso Alph: Ex-namorada é julgada pela morte de estudante da UFPB

Unimed JP 1

Unimed JP abre seleção para médicos atuarem em unidade de serviço domiciliar

Gervásio Maia, deputadoo

Projeto de Gervásio quer garantir fornecimento gratuito de repelentes para inscritos no CadÚnico

Vitor Hugo e Wallber Virgolino

Vitor Hugo diz que se Wallber entrar em bairro de Cabedelo será metralhado; deputado reage