Maranhão descarta prévias e já diz que Veneziano não é corrente no PMDB

A possibilidade de realizar prévias no PMDB para escolher o candidato do partido ao Governo do Estado está fora de questão. Foi isso que disse hoje o governador José Maranhão (PMDB) durante o Congresso Estadual do PMDB, no Hotel Tambaú, em João Pessoa.

"Não vou estimular uma prévia para dividir o partido e criar uma alternativa de campanha antecipada, que eu estou evitando. Se eu estivesse em campanha, eu deixaria a administração de lado. E a Paraíba quer que o Governo trabalhe", disse o governador da Paraíba, prevendo a adesão de outros partidos à sua base no ano que vem.

Ele comentou a hipótese de ceder a cabeça de chapa ao prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo, mas, não tratou essa tese como sendo a predominante: "É uma ideia interessante, mas não é a corrente. Basta fazer uma pesquisa para ver tendência de voto do paraibano. Nós já sabemos qual é. Veneziano é um grande companheiro, um correligionário e vai votar na minha candidatura também", disse.

Já em seu pronunciamento na abertura do Congresso Estadual do PMDB, o governador José Maranhão parabenizou a conduta das lideranças do partido que sabem guardar a distância entre o público e o privado, entre os deveres com o Estado e com a República e os compromissos de fidelidade do ideário democrático e estatutário. “Nós temos na fidelidade ao partido, no campo da política, o mandamento número 1, mas, acima dele, tem um outro maior, é o compromisso com a sociedade, com o povo da Paraíba e com o povo do Brasil”, declarou Maranhão.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.