Manoel Júnior aguarda novo encontro com Eduardo e mantém veto a Cássio

O deputado federal Manoel Júnior (PSB) foi reticente hoje ao ser procurado para comentar as declarações do presidente nacional de seu partido sobre a candidatura de Ricardo Coutinho ao Governo da Paraíba e à carta branca para a celebração de alianças para a sucessão estadual. Manoel, que tem protagonizado uma batalha com Ricardo porque discorda tanto da postulação própria quanto da possibilidade de composição com o grupo político de Cássio Cunha Lima (PSDB) disse que só vai se pronunciar de novo sobre o assunto depois de manter uma nova reunião com Eduardo Campos.

"Os deputados do PSB vão conversar de novo com o presidente Eduardo Campos e eu prefiro não falar sobre o que ele disse antes dessa reunião. A política é a arte da conversa. O que posso adiantar é que eu não subirei no mesmo palanque que Cássio Cunha Lima porque ele foi cassado por corrupção eleitoral", resumiu hoje.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.