Manoel Júnior acusa Luiz Couto de agir como bandido

O deputado federal Manoel Júnior (PMDB) chamou o colega Luiz Couto (PT) de bandido durante uma entrevista concedida na última segunda-feira, 21, ao programa Conexão Master, da TV Master, de João Pessoa. O deputado do PMDB respondia a uma pergunta sobre a acusação feita a ele por Absom Mattos, primo do advogado Manoel Mattos, sobre uma suposta participação de Manoel na encomenda de um assassinato que teria custado R$ 40 mil.

Em resposta, Manoel Júnior reagiu citando o resultado da CPI dos Grupos de Extermínio, cuja relatoria foi feita por Luiz Couto, e disse que a inclusão do nome de "pessoas de bem" entre os acusados teria sido "coisa de bandido".

– Se você quer saber da história recente ou antiga… é recrudescente. Você inserir na CPI dos Grupos de Extermínio – uma ficção, porque isso existe em todo canto e simplesmente se rotulou minha terra natal e Itambé como área de desova, de guerras de gangues de traficantes de drogas da região, como área de extermínio – e colocar no relatório nomes de pessoas de bem, isso é negócio de bandido.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.