Malafaia sugere que Bolsonaro convoque Forças Armadas para “manter lei e ordem”; veja

O pastor bolsonarista Silas Malafaia, nesta quinta-feira (18), pouco antes do presidente Jair Bolsonaro afirmar em live que “nossa democracia não parece tão sólida assim”, gravou um vídeo pedindo ao titular do Planalto que convoque as Forças Armadas para estabelecer a “lei e a ordem” no país.

Enfurecido, Malafaia fez questão de destacar que não está “pedindo um golpe” e nem o fechamento de instituições, mas quer que Bolsonaro acione os militares para baixar um estado de sítio no país, que teria como objetivo derrubar os decretos dos governadores que impõem medidas restritivas para conter o avanço da pandemia do coronavírus.

“Decreto não é maior que a Constituição. Prefeitos e governadores não podem baixar decretos de toque de recolher. Isso é uma afronta, uma ilegalidade!”, disse o pastor.

Ele argumenta que 35 milhões de brasileiros vivem na informalidade e não terão condições de sobreviver caso seja decretado lockdown onde residem. Malafaia ainda declarou que prefeitos e governadores que decretarem o fechamento dos estabelecimentos deveriam arcar com os impostos dos empresários e os salários dos trabalhadores.

1 comentário

  • Reginaldo Barbosa
    17:17

    Lixo e vergonha para nós evangélicos, criador de contenda, defensor da maldade.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.