Lúcio Flávio pede exoneração do Governo e se desfilia do PSB

O professor Lúcio Flávio Vasconcelos entregou hoje de manhã no Palácio da Redenção seu pedido de exoneração da assessoria particular do Governador, cargo que ocupava desde o dia 4 de janeiro quando a jornalista Estelizabel Bezerra foi nomeada para a chefia de gabinete de Ricardo Coutinho, fazendo com que o outrora conselheiro do chefe do executivo fosse remanejado. Além de dar adeus ao cargo, Lúcio também abandonou hoje o único partido ao qual estivera filiado desde 2003: O PSB. 
 
As decisões foram comunicadas em email remetido por Lúcio à jornalista Cláudia Carvalho, editora do Parlamentopb.
 
Prezada Cláudia.

Comunico que nāo ocupo mais nenhum cargo no governo da Paraíba. Entre os anos de 2011 e 2013, exerci as funções de Chefe da Casa Civil e Chefia do Gabinete do governo. Durante esse período, procurei desempenhar meu trabalho da melhor forma possível. Sem o apoio e colaboraçāo de centenas de abnegados servidores, não teria suportado os desafios. A todos eles, o meu mais profundo e sincero agradecimento. 

Retorno às minhas atividades acadêmicas na UFPB, onde exerço a docência desde 1992. 

Aproveito a oportunidade para avisar que já protocolei minha desfiliação do Partido Socialista Brasileiro (PSB), única agremiação a qual fui filiado.

Continuo absolutamente convicto de que só através da política é que poderemos transformar a tão injusta realidade social do nosso estado e contribuir para uma efetiva democratrização da Paraíba.

Atenciosamente,

Lucio Flavio Vasconcelos
Forte abraço

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.