Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Luciano Cartaxo entrega Central de Imunobiológicos, primeira construída no país

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entregou, na manhã desta segunda-feira (20) a Rede de Frio – Central Municipal de Imunobiológicos Doutor José Eymard. Esta é uma estrutura inédita no país por ser a primeira central de acondicionamento e distribuição de vacinas municipal construída no país em conformidade com todas as normativas do Programa Nacional de Imunização (PNI) e vai contribuir para facilitar na logística de armazenamento, preparo e distribuição de vacinas em toda a rede de saúde da Capital. Com um investimento de mais de R$ 1,7 milhão na construção e compra de equipamentos, o local tem capacidade de armazenar até 900 mil doses de 18 tipos de vacinas.

“A Central de Imunobiológicos foi construída seguindo as mais modernas normas de acondicionamento e distribuição de vacinas, o que nos permitirá realizar campanhas de vacinação e ter disponibilidade para cobrir toda a população alvo destas ações. Através desta Rede de Frio teremos a segurança técnica para garantir a assistência e cuidado à população da Capital de forma preventiva com uma equipe qualificada e a capacidade de armazenar um grande número de vacinas dos mais variados tipos para abastecer nossos mais de cem pontos de vacinação. E mais vacina significa mais saúde e mais qualidade de vida para todos”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

O espaço é responsável pela distribuição de vacinas aos serviços de saúde do município e, conta com o mais completo e moderno sistema de armazenagem de vacinas e insumos relacionados à imunização. A Central possui 20 câmaras com sensores de temperatura para acondicionar e manter as vacinas entre 2°C e 8°C, com intuito de promover uma melhor conservação dos imunobiológicos e, consequentemente, uma maior eficácia e segurança na imunização.

A estrutura do serviço contará com sala para os técnicos e administrativo, sala de informática, sala de treinamento e capacitação dos profissionais da rede, sala de armazenagem e controle, sala de preparo, almoxarifado, recepção, coordenação, auditório e depósito. Com toda essa estrutura, a Rede de Frio tem como objetivo manter o processo de armazenamento, conservação, manuseio, distribuição e transporte dos imunobiológicos garantindo condições adequadas de refrigeração.

A Central, que presta uma homenagem ao médico José Eymard Medeiros, ex-secretário de Saúde da Capitalica e que fica localizada na Rua Diógenes Chianca, também será importante no período que antecede as campanhas de vacinação para capacitar os profissionais que irão prestar os serviços assistenciais relacionados à vacinação nas salas da Capital e a estrutura será o ponto de distribuição para as vacinas. “Importante destacar que a Central não será um espaço de vacinação aberto ao público. As pessoas devem continuar buscando os postos de vacinação”, explicou o diretor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Fernando Virgolino.

Salas de Vacinas – João Pessoa oferta o serviço de imunização em mais de 100 salas de vacinas, localizadas nas Unidades de Saúde da Família (USF), Policlínicas Municipais, Maternidades públicas e privadas, Hospitais e, no Serviço de Assistência Especializada e Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA) e, no Centro Municipal de Imunização (CMI). Para ter acesso aos serviços de imunização, os usuários devem procurar a USF, e no caso de urgência, ir a uma unidade de referência.

Saiba quais vacinas fazem parte do no calendário nacional de vacinação:

BCG (Bacilo Calmette-Guerin) – (previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea);

Hepatite B;

Pentavalente (previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e meningite e infecções por HiB);

Vacina Inativada; Poliomielite (VIP) (previne poliomielite ou paralisia infantil);

Vacina Oral Poliomielite (VOP) – (previne poliomielite ou paralisia infantil);

Pneumocócica 10 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo);

dTpa (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) – previne difteria, tétano e coqueluche;

DTP (Difteria, tétano e coqueluche);

Rotavírus (previne diarreia por rotavírus);

Meningocócica C (previne as meningites do soro tipo C);

Febre Amarela – dose única (previne a febre amarela);

Tríplice viral (previne sarampo, caxumba e rubéola);

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo);

Influenza – (previne contra a gripe e suas complicações);

Hepatite A;

Varicela atenuada (previne varicela/catapora);

HPV (previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais);

Dupla Adulto (previne difteria e tétano).

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

UEPB: uma crise democrática

Confusão continua: TRE nega ter chancelado posse de Raissa Lacerda na Câmara

Anteriores

Júnior Araújo, deputado estadual

Júnior Araújo diz que decisão do TSE confirma inelegibilidade de Chico Mendes: “Cai por terra sua pré-candidatura”

OAB PB

OAB-PB publica edital de lista sêxtupla para vaga de desembargador do TJPB

PM apreende armas e celulares com facção que planejava ataques em Santa Rita

Presos suspeitos de integrar facção que planejava matar ‘rivais’ em Santa Rita

PM, força tatica

Líder criminoso do Maranhão é preso novamente pela PM em João Pessoa

TCE 2021

TCE aponta excesso de servidores contratados em 44 municípios da PB

caminhaotombado

Caminhão com asfalto tomba em vala da BR 230 em Santa Rita

apreensao1 (1)

Operação cumpre mandados de prisão contra facção criminosa na Paraíba

padrastgo

Padrasto tenta culpar ex-esposa, mas pega 42 anos por assassinato de Júlia

hugomottaeministro

Ministro informa a Hugo que Paraíba deve ganhar novo aeroporto em São Bento

fasfasg

Célio Alves promete recorrer de condenação por violência de gênero