Lira revela desencontros com Cássio e diz que pode rever apoio à oposição

O senador Raimundo Lira (PSD) admitiu nesta terça-feira (19) que pode rever seu posicionamento em relação ao apoio nas eleições 2018. “Não vejo nenhum motivo no momento para fazer qualquer mudança. Isso não quer dizer que não venha a fazer, mais agora sou livre atirador, posso estar no lado a, b ou c”, disse o senador em entrevista à Rádio Arapuan.

Embora ressaltando que, no momento não tenha pretenções de fazer qualquer tipo de mudança disse que tem a liberdade de, no decorrer da campanha, fazer a mudança que achar que deve fazer.

Ex-integrante da chapa encabeçada por Lucélio Cartaxo, para o governo, e o senador Cássio Cunha Lima, para o Senado, Lira disse que agora, com sua desistência de disputar o Senado, vai participar da campanha de forma discreta.

Ele confirmou que houve alguns desencontros com o senador Cássio Cunha Lima, seu ex-companheiro de chapa. Mas ressaltou que esses desencontros não foram responsáveis por sua desistência de disputar as eleições.

Lira afirmou que, conforme disse na carta onde anunciou sua desistência, ele começou a refletir sobre se realmente queria permanecer na disputa e na política após a morte de Rômulo Gouveia. “Vi que não era isso que queria para minha vida”, afirmou, dizendo que vai terminar seu mandato de forma tranquila.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.