Lígia Feliciano discute com secretário nacional programa de inclusão digital do idoso

A vice-governadora Lígia Feliciano se reuniu, nessa quinta-feira (14), em Brasília, com o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antônio Fernandes Costa. A pasta é vinculada ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. No encontro, Lígia discutiu parcerias para a implantação de um programa de inclusão digital e capacitação da terceira idade e pediu recursos para a construção de mais um condomínio do Cidade Madura, projetado pelo Governo do Estado para as necessidades específicas de idosos.

Antônio Costa se comprometeu em celebrar parceria para implementar Telecentros. A cooperação envolve doação de equipamentos para as instalações do Projeto de Inclusão Digital da Pessoa Idosa, Educação e Envelhecimento Ativo e Saudável, incluindo computadores, webcans, projetor e impressora. Cursos e orientações sobre saúde também serão ministrados pela internet.

“É importante a implementação de políticas públicas que atentem para um dos requisitos mínimos para os cidadãos contemporâneos, qual seja, a inclusão digital, como partícipe da sociedade da informação”, ressaltou a vice-governadora.

Cidade Madura – Em relação ao Cidade Madura, Antônio Costa elogiou o projeto e sinalizou que o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos vai tentar buscar recursos para a instalação de mais um condomínio na Paraíba.

Lígia Feliciano ressaltou que o Cidade Madura tem condomínios nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Sousa, Cajazeiras e Patos. “Desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Cehap, o Programa Cidade Madura tem se destacado em nível nacional pelo pioneirismo e pelo modelo de gestão adotado”, destacou a vice-governadora.

O condomínio fechado tem posto de saúde, praça de esporte, casas adaptadas, uma praça com horta comunitária, redário, pista de caminhada e um centro de vivência com salão, salas de aula, de TV e de fisioterapia, banheiros acessíveis e copa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.