Líderes de atos contra isolamento social começam a prestar depoimento amanhã na Paraíba

O delegado Alan Murilo Terruel vai ouvir amanhã a tarde os primeiros depoimentos de líderes de movimentos contra o isolamento social durante a pandemia de Coronavírus na Paraíba. Os responsáveis pelos atos públicos realizados na Paraíba contra as orientações de que os cidadãos permaneçam em casa foram intimados na semana passada e devem depor amanhã às 14 horas e na quinta-feira, no mesmo horário na Central de Polícia.

“Não existe conotação política alguma nestas intimações. O que queremos apurar é se houve infração de medida sanitária protetiva, previsto no artigo 268 do Código Penal”, explicou o delegado. O artigo ao qual ele fez referência trata de “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa e tem como previsão de pena a detenção, de um mês a um ano, e multa. A pena é aumentada de um terço, se o agente é funcionário da saúde pública ou exerce a profissão de médico, farmacêutico, dentista ou enfermeiro”.

“Nós queremos ouvir essas pessoas e entender o que as fez promover os atos”, explicou o delegado, que não quis revelar nomes dos intimados.

1 comentário

  • Gerson Filho
    18:03

    Penso que a punição deveria ser mais severa. Muito do que é feito de errado no Brasil, se deve às brechas que a justiça deixa em relação aos atos, julgamento e pena.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.