Líder do Governo diz que CEF vai avaliar terrenos e quantias

O deputado estadual Lindolfo Pires (DEM), líder do Governo na Assembleia Legislativa, saiu hoje em defesa da administração estadual e do projeto de autoria do executivo que deve ser apreciado ainda hoje pedindo autorização dos deputados para permutar uma área às margens da BR 230, no Ernesto Geisel, com o terreno onde fica hoje a Acadepol, em Mangabeira. O deputado negou que a transação represente uma desvantagem para o Governo, como tem sido dito pela oposição:

"Não é assim que o Governo está negociando. Existe um terreno perto do Almeidão e o proprietário do imóvel dará em troca do Estado o investimento para que a Acadepol e a Central de Polícia tenham instalações modernas. Ele também construirá uma delegacia de polícia no local. O Estado não tinha dinheiro para investir neste empreendimento porque não tinha disponibilidade nesta rubrica, de infraestrutura em Segurança Pública, então o Estado está ganhando", disse.

Lindolfo acrescentou que o processo de permuta terá avaliações da Caixa Econômica Federal e da Suplan: "Se o terreno do Estado tiver mais valor de mercado, os empresários vão pagar a diferença, de acordo com o que disser o laudo da CEF", resumiu.

O projeto está na pauta da sessão extraordinária de hoje à tarde convocada pela Assembleia Legislativa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.