Léa Toscano se desfilia do PSDB e Zenóbio diz que faria o mesmo se pudesse

A ex-prefeita de Guarabira, Léa Toscano, entregou hoje seu pedido de desfiliação do PSDB. A revelação foi feita pelo esposo dela, deputado estadual Zenóbio Toscano, em seu programa de rádio na Constelação FM. O parlamentar disse que só não deixa o ninho tucano agora porque não pode. Ele argumentou que o descontentamento com o PSDB aumentou por causa das declarações dos vereadores Hervázio Bezerra e Marcos Vinícius. Ambos repreeenderam Zenóbio pela defesa que ele tem feito da aliança dos tucanos com a candidatura de Ricardo Coutinho (PSB) ao Governo da Paraíba em 2010.

Em resumo, Zenóbio disse que, no PSDB, sequer pode externar seu ponto de vista sobre as eleições 2010 sem ser repreendido pelos vereadores ligados a Cícero Lucena. Ele acrescentou que só não pediu sua desfiliação hoje porque está impedido pela fidelidade partidária e correria o risco de perder o mandato caso deixasse a sigla.

De maneira contundente, Zenóbio avisou que, caso tenha negada a legenda para concorrer a deputado, a reação será lançar Léa Toscano.

Não foi revelada para qual legenda Léa vai migrar, mas se especula que ela poderia ingressar no PSB.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.