Justiça determina que só titulares têm direito participar de eleição na Câmara de Cabedelo

Uma decisão judicial vai tornar ainda mais surpreendente a sessão de hoje à noite na Câmara de Cabedelo. Em resposta a uma ação impetrada pelo vereador João Eudes, o juiz plantonista Manoel Maria Antunes de Melo determinou que apenas os vereadores titulares de mandato têm direito participar do pleito que vai escolher presidente, vice, primeiro e segundo secretário, cargos vagos por causa da prisão dos ocupantes, eleitos de maneira antecipada no ano passado. Em caso de descumprimento, a Câmara fica sujeita ao pagamento de uma multa diária de R$ 5 mil.

São titulares de mandato na Câmara o próprio Vítor Hugo, além de José Eudes, Geusa Ribeiro, Fabiana Régis e Reinaldo Barbosa.

Vítor chegou a conversar com os vereadores que lhe fazem oposição, mas não chegaram a um acordo. É grande a tensão na sede da Câmara e os adversários temem que Vítor dê posse a si mesmo na presidência e encerre a sessão sem realizar a eleição.

Comentários