Justiça anula intervenção da direção nacional no PT de João Pessoa

Por decisão do juiz Fábio Leandro de Alencar Cunha, da 64ª Zona Eleitoral, foi suspensa a intervenção decretada pela direção nacional do PT no diretório da sigla em João Pessoa. Na decisão, o magistrado tratou como “ato ilegal e abusivo da presidente do PT, Gleisi Hoffmann”, de intervir e destituir a direção eleita do partido na capital paraibana.

O magistrado enfatizou na decisão que a Comissão Interventora designada pela direção nacional tem como objetivo anular uma coligação formada através da deliberação dos convencionais dos partidos envolvidos e deferida pela Justiça Eleitoral e que isso é incabível, visto que uma decisão política de um partido não pode se sobressair e muito menos anular um ato jurídico perfeito, ainda mais quando ultrapassado o período de convenções e coligações fixado no processo eleitoral.

Com a anulação da intervenção, a presidenta municipal do PT volta a ser Giucélia Figueiredo. O presidente da Comissão Interventora, que perdeu os poderes com a sentença de hoje, é Cícero Gregório “Legal”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.