Julian promete “briga” para evitar apreensão de veículos em barreiras: “Vão ter que me prender”

O deputado federal Julian Lemos (PSL-PB) prometeu hoje comprar a briga e ir para as barreiras sanitárias caso estejam sendo apreendidos veículos por causa de atraso no emplacamento. O alerta foi feito a propósito do decreto que determina isolamento social rígido na Grande João Pessoa. Na capital da Paraíba desde segunda-feira, 1º, há 10 barreiras fixas e duas volantes para impedir o deslocamento considerado desnecessário. Reclamações chegaram ao deputado dando conta de que motocicletas e automóveis que estavam com IPVA atrasado estavam sendo retidos nos bloqueios, o que irritou o parlamentar.

“Isso me causou perplexidade, mas eu não acredito que o governador deu essa determinação. Por isso, digo que não acredito. Seria uma determinação bizarra. Não dá para se obedecer a isso! O governador tem que chamar o feito à ordem. É um absurdo, arbitrariedade e uma falta de humanidade. Se for um atraso de um ano, eu fico calado, mas desde o início da pandemia, é absurdo apreender automóvel por não estar emplacado. Se eu souber de algo assim, for chamado, eu vou para lá! Vão ter que me prender. É tomar o pouco de quem já não tem”, disse ele.

Ele também afirmou que guardas municipais de João Pessoa estariam sendo coagidos a serem grosseiros com os cidadãos. “Vou às blitzen. Não vou tolerar. Tenho sido muito compreensivo com muitas situações, mas não dá mais. Aí, é fazer até o sábio ficar louco. Precisa uma determinação do chefe do executivo estadual para cessar isso”.

Comentários