Julian critica Lula e Ricardo e argumenta: “Armamento legal não aumenta violência”

O deputado federal eleito pela Paraíba, Julian Lemos (PSL), amigo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), criticou o ex-presidente Lula e o ex-governador Ricardo Coutinho pela defesa ao Estatuto do Desarmamento. Julian defendeu que nenhuma arma legal tem vinculação com a criminalidade no país. Ele apoia a decisão por Decreto do presidente em facilitar o acesso de cidadãos a armas de fogo, sob a justificativa do direito à defesa.

“No apagar das luzes, o Lula, no ápice de sua popularidade, fez com que esse desejo ideológico de desarmar uma sociedade, que eu acho cruel, acontecesse no nosso país. A História mostra que toda nação que desarma seu povo ela está mal intencionada. O Estatuto do Desarmamento ele foi um ‘estelionato político-eleitoral’ em que não foi respeitada a vontade popular de 64%”, argumentou Julian.

Ainda segundo o deputado e amigo de Bolsonaro, “o Estatuto do Desarmamento foi uma ‘gambiarra’ para cercear o direito do cidadão de portar uma arma de fogo.”

Veja na íntegra as declarações de Julian em entrevista à rádio Band News Manaíra.

Julian critica Lula e Ricardo e argumenta: “Armamento legal não aumenta violência”

1 comentário

  • Alcemir
    10:28

    Acho que esse deputado é um equivocado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.