Juíza manda PM deter funcionário de escola que teria se recusado a ligar ar condicionado

Um funcionário de uma escola particular em João Pessoa foi preso, neste domingo (7) por desobedecer uma determinação para ligar um aparelho de ar condicionado, no prédio da instituição. A Polícia Militar atendeu ao chamado da juíza eleitoral e encaminhou o homem até o Fórum Eleitoral.

Em Cajazeiras, um grupo que comprava bebida alcoólica em um bar foi abordado pela Polícia Militar. Os policiais recolheram o litro de cachaça e dispersaram as pessoas abordadas no local.

A PM ainda dispersou pessoas que se reuniram na casa de um morador que conduziria o grupo para votar em Cachoeira dos Índios.

Em Monteiro, um homem foi preso por desacato a autoridade e resistência à prisão após os policiais realizarem abordagem por denúncia de compra e venda de votos. O homem abordado negou ser dono da casa onde o grupo estava e se exaltou com a equipe, segundo narra a PM. Sobre a denúncia de crime eleitoral, nada foi constatado.

Todas as situações relatadas foram registradas entre as 8h e 10h de hoje.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.