Jornalista e produtor cultural Chico Noronha é exonerado da Casa da Pólvora

O jornalista e produtor cultural Chico Noronha foi exonerado nesta quinta-feira, 12, da coordenação do Centro Cultural Casa da Pólvora. A informação foi dada pelo próprio Chico em seu perfil nas redes sociais. A alegação para a dispensa foi “contenção de despesas”. O salário era de R$ 3.389,00.

Fechada durante muitos anos, a Casa da Pólvora foi reaberta à visitação pública em 2014.

O presidente da Fundação Cultural de João Pessoa, Maurício Burity, disse ao ParlamentoPB que Chico é um ótimo profissional, mas que a mudança foi necessária por causa de adequações administrativas: “Ele realmente desenvolveu um excelente trabalho, mas mudanças administrativas acontecem em toda gestão e precisamos fazer esta”.

A Casa da Pólvora e dos Armamentos, ou simplesmente Casa da Pólvora é único remanescente dos três depósitos históricos de pólvora e armamentos construídos na cidade de João Pessoa. Um deles ficava na rua Nova (atual rua General Osório, 21), outro no Passeio Geral (rua Rodrigues Chaves) e o terceiro era a Casa da Pólvora da ladeira de São Francisco, que é a primeira rua da cidade. Com exceção desta última, as demais foram completamente destruídas pela ação do tempo.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.