Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Joaquim Barbosa diz a aliados ver candidatura de Moro com desconfiança

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Após um encontro com Sergio Moro (Podemos), o ministro aposentado do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa disse a pessoas próximas que vê com desconfiança a candidatura do ex-juiz.

O pré-candidato à Presidência pelo Podemos conversou com o ex-presidente do Supremo na segunda-feira (10), no Rio de Janeiro. A agenda faz parte de uma série de conversas políticas que o ex-magistrado marcou para a segunda semana do ano.

A reunião ocorreu a pedido do ex-ministro da Justiça de Jair Bolsonaro (PL). Segundo aliados de Barbosa, na conversa, o ministro aposentado refutou qualquer possibilidade de ser candidato a vice de Moro ou mesmo disputar o governo do Rio de Janeiro.

A única chance de ele migrar de vez para a política é se for para se candidatar ao Planalto, avaliam ao menos dois amigos do ex-presidente do STF.

Depois do encontro, Barbosa disse a aliados que não vê como positiva a aproximação de Moro de procuradores da Lava Jato e militares. E também de sconfia que o ex-magistrado possa abandonar a disputa pela Presidência para tentar uma vaga no Senado se a candidatura ao Planalto não decolar.

A conversa entre eles ocorreu, dizem pessoas próximas de Barbosa, por cortesia do ex-presidente do STF, que não queria ser deselegante apesar de nunca ter nutrido muita simpatia pelo ex-juiz. Pelo contrário.

Quando Moro deixou a magistratura para assumir o Ministério da Justiça de Bolsonaro, Barbosa o criticou em conversas reservadas e disse que ele havia cometido um erro crasso.

O encontro entre ambos ocorreu no apartamento de Barbosa. O ex-ministro da Justiça promoveu a conversa enquanto está à procura um candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro, onde o Podemos mantém aliança com o governador Cláudio Castro (PL).

Barbosa é mencionado por aliados de Moro como um nome que poderia ocupar esse papel. Mas a ideia não foi discutida com o comando do Podemos do Rio, que não foi informado do encontro.

Antes disso, em 2018, o ex-presidente do Supremo chegou a ser cotado para ser candidato à Presidência da República pelo PSB, que atualmente negocia uma chapa com o ex-presidente Lula (PT).

Barbosa comandou o STF no julgamento do mensalão, que levou à condenação de petistas pelo esquema no governo Lula.

 

Folha de S. Paulo

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

edsonfachin

Ministro do STF decide arquivar ação contra reeleição antecipada de Adriano Galdino

Sodiê

Governo da Paraíba dispensa emissão de documentos fiscais em mercadorias doadas ao RS

lovina

MPF intervém e Prefeitura de Cabedelo demole obra ilegal de contenção marítima do Lovina

chuvasrs (1)

Com chuva forte, água sobe pelos bueiros e volta a inundar ruas em Porto Alegre

1af1367b-89e5-4e87-ae7e-586266147ed4

Paraíba participa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite a partir de segunda

tourinho1 (1)

APCA homenageia imprensa da Paraíba com a Comenda Acadêmico Mário Tourinho

Poste, batida

Paraíba registra 242 colisões em postes este ano; João Pessoa e Campina lideram

Lixão a céu aberto

Prefeitura de Catolé do Rocha deve pagar indenização por lixão a céu aberto

Luciano Cartaxo 3

Luciano Cartaxo tem alta e deixa hospital em João Pessoa

PF operação

Operação da PF mira empresas clandestinas de segurança privada