João participa de encontro de governadores que vai debater crise entre Poderes

O governador João Azevêdo participa nesta segunda-feira (23) do IXº Fórum Nacional para debater a situação atual do país e definir medidas de combate às crises sanitária, social, econômica e ambiental. O evento acontecerá às 10 horas, de forma presencial (na sede do Palácio Buriti, em Brasília) e por videoconferência. Ao final da agenda, os governadores concederão entrevista no Salão Branco do Palácio Buriti.

Segundo os governadores, o fórum pretende levar ao centro das discussões temas importantes para a nação como a necessidade de integração entre Poder central, estados e municípios para enfrentamento à pandemia em meio a transmissão da visitante Delta no País, Pacto Federativo, Reforma Tributária, e ainda sobre o compromisso do Brasil/Estados para sustentabilidade ambiental.

Além dos temas relacionados diretamente ao pacto federativo, os governadores também debaterão a situação institucional do país, que enfrenta uma crise entre os Poderes. Na sexta-feira, o presidente Bolsonaro encaminhou ao Senado Federal um pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

“Vamos tratar também da conjuntura, pois independente da disputa partidária pelo Fórum dos Governadores defendemos o fortalecimento da nossa democracia, respeito à Constituição e as leis e ainda a defesa da vida acima de todas as prioridades, do desenvolvimento sustentável e respeito às instituições’, afirma o governador do Piauí, Wellington Dias, articulador do encontro.

De acordo com Wellington, “trabalhar integrados com o Poder Central e setor privado, nacional e internacional, é essencial para vencer etapa de vacinação para cada um dos brasileiros e brasileiras, mas também para criar um ambiente distensionado, de confiança e estabilidade, para permitir atração de mais investimentos e ampliar oportunidades de mais empregos e cuidando do Social”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.