Jader Barbalho toma posse como senador durante o recesso

Dez anos após sua renúncia ao Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA) voltou ao cargo nesta quarta-feira (28).

A Mesa Diretora da Casa convocou uma sessão extraordinária durante o recesso e ele foi empossado pela presidente em exercício, Marta Suplicy (PT-SP).

Com 1.799.762 votos nas eleições de 2010, Jader havia sido barrado pela Lei da Ficha Limpa.

O caso do pemedebista chegou a gerar um impasse no STF (Supremo Tribunal Federal), quando o julgamento no ano passado ficou empatado em 5 a 5, mantendo a sua inelegibilidade.

Ele havia sido considerado "ficha-suja" por ter renunciado ao cargo de senador em 2001 após uma série de acusações.

Em março deste ano, porém, o Supremo decidiu que a Lei da Ficha Limpa não poderia ser aplicada às eleições de 2010.

No entanto, Jader só teve o caso resolvido em dezembro após pressão de senadores do PMDB. O presidente do STF, Cezar Peluso, usou o regimento do tribunal e fez sua posição valer duas vezes com o chamado "voto de qualidade".

Durante o período, Marinor Brito (PSOL-PA) exerceu o mandato. Ontem, o vice-presidente do STF, ministro Ayres Britto, negou mais um pedido dela para impedir a posse de Jader.

Na política desde 1971, Jader Barbalho, 67, também já foi deputado estadual, duas vezes deputado federal e duas vezes governador do Pará.

Folha Online

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.