Jacó Maciel acusa Maranhão de comprar apoio de deputados

O deputado estadual Jacó Maciel (PDT), um dos menos falantes da Assembleia Legislativa, saiu-se com uma acusação grave contra o governador José Maranhão (PMDB). Ele acusou o chefe do executivo de oferecer dinheiro e convênios com as prefeituras da base dos parlamentares em troca do apoio deles ao pedido de empréstimo do Governo ao BNDES:

"O que é mais grave é que há uma troca de voto por dinheiro e convênios. É isso que se comenta nos bastidores. Não é necessário oferecer nada a deputados de situação, mas cremos que alguns deputados de oposição já se renderam a essa oferta. Eu fico triste porque, da forma que o governador Maranhão chegou ao Governo, nós, 20 deputados da base de Cássio, deveríamos continuar firmes. O Governo Maranhão só quer fazer política com esse dinheiro. Ele até agora não disse a que veio. Não vão votar porque o governador é bonito, mas porque estão sendo pressionados. Acho que alguns deputados só foram solidários a Cássio Cunha Lima quando ele estava no governo", disse Jacó.

Em entrevista concedida à Rádio 101 FM, ele disse ter sido sondado para aderir à base do Governo: "Fui procurado no início, mas não comungo com esse governo. Fui procurado por dois deputados, Gervásio Filho e Trocolli Júnior, para que pudesse mudar de bancada".

Maranhão desconsidera – Procurado para responder às acusações do deputado Jacó, o governador José Maranhão deu pouca importância à fala do parlamentar e limitou-se a dizer que vai continuar fazendo política porque sua concepção é mais ampla que a de Jacó: "Fazer política reconstruindo a Paraíba, construindo hospitais, escolas, estradas e mantendo os serviços públicos eficientes e bons para a sociedade? Se isso é fazer política, eu vou continuar, com empréstimo ou sem empréstimo".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.