Jacarés causam preocupação em Itapororoca, que já registra ataques a casas; veja

A reprodução de jacarés está preocupando os moradores de Itapororoca, município a cerca de 67 quilômetros de João Pessoa, no Vale do Mamanguape. Famintos, alguns animais têm deixado uma lagoa no centro da cidade e procurado alimento em residências e até em estabelecimentos comerciais. Por isso, um dos moradores disse que começou a alimentar os jacarés, como forma de impedir que eles deixem o local e causem danos às pessoas.

Apesar do perigo que os animais representam, parte dos vizinhos da lagoa transformou a área em uma espécie de atrativo onde foi colocado um tronco de árvore para que as pessoas sentem e possam observá-los à tarde.

“Não foram os jacarés que chegaram ao nosso território. Fomos nós que chegamos á área deles, mas não tinha tanta incidência. Com a estiagem prolongada, muitas lagoas secaram e essa central permaneceu com água. Então, eles vieram para cá. De um ano para cá, eles passaram a se reproduzir muito”, disse Josemar Araújo, corregedor da Guarda Municipal da prefeitura de Itapororoca.

A gestão municipal já informou o problema ao Ibama e à Sudema e aguarda a orientação dos órgãos ambientais. Quanto aos moradores do município, eles foram alertados para que não alimentem e nem se aproximem dos jacarés. “Eles não são animais domésticos e podem representar sérios riscos às pessoas”, explicou Josemar.

A população atual de jacarés do tipo papo amarelo em Itapororoca, segundo os vizinhos da lagoa, é de aproximadamente 200.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.