Ivan detalha divisão de propina e diz que Gilberto e Rosas ficaram com R$ 1 milhão; assista

Em sua delação premiada, o ex-secretário executivo de Turismo do Estado, Ivan Burity detalhou como seriam divididos e entregues os valores fruto de propina movimentada durante a gestão de Ricardo Coutinho (PSB) no Governo do Estado. Segundo ele conta em um novo vídeo que vazou neste sábado, 11,, a maioria das entregas era feita no estacionamento da Academia Superação. Em outras ocasiões, no Canal 40, o Quartel General das campanhas do PSB em João Pessoa. Ele também afirmou que Edvaldo Rosas (ex-presidente do PSB da Paraíba) e Gilberto Carneiro (ex-procurador Geral do Estado) ficavam com parte das quantias para si mesmos. Ao ser indagado com quanto cada um teriam ficado, ele disse que seria algo entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão. O depoimento foi prestado ao Gaeco.

Comentários