Ivan Burity negocia acordo de delação premiada na Operação Calvário

O ex-secretário executivo de Turismo do Governo da Paraíba, Ivan Burity, está negociando um acordo de delação premiada que pode garantir sua liberdade. Ele está preso desde o dia 9 de outubro suspeito de na quinta fase da Operação Calvário, suspeito de atuar num esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de recursos em contratos firmados com a Secretaria de Educação da Paraíba. Ivan foi apontado como responsável pelo recebimento de propina na aquisição de materiais didáticos e contratação de empresas.

Desde a prisão, ele e o ex-diretor do Hospital de Mamanguape, Eduardo Simões, estão cumprindo a pena de prisão em uma ala especial da Penitenciária de Segurança Média Hitler Cantalice, em Mangabeira.

Pelo que o ParlamentoPB pôde apurar, a banca de advogados que representava Ivan já pediu renúncia no processo. O advogado Iarley Maia foi procurado pela reportagem, mas o telefone estava desligado.

Ivan Burity é preso na 5ª fase da Operação Calvário que cumpre mandado na casa de Aléssio Barros

Comentários