Instalação da CPI da Petrobras fica para esta quinta-feira

Foi remarcada para esta quinta-feira, 4, às 11h, a reunião de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. Devem ser eleitos presidente e vice-presidente da comissão. O presidente deverá, então, indicar relator da CPI.

A instalação da CPI deveria ter ocorrido hoje, mas o senador Paulo Duque (PMDB-RJ), que presidiria a reunião por ser o parlamentar mais idoso do colegiado, adiou a instalação por falta de quórum (número suficiente de senadores presentes).

O líder do bloco de apoio ao governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou que os senadores governistas – oito dos 11 membros da comissão – só dariam quórum para a eleição se os parlamentares oposicionistas abrissem mão da relatoria da CPI das ONGs.

Já os parlamentares oposicionistas creditaram o ocorrido a uma "manobra" dos governistas para ganhar tempo e solucionar um impasse interno entre senadores do PT e PMDB para escolher quem comandará a comissão. O líder do DEM, senador José Agripino (DEM-RN), afirmou em Plenário que a possibilidade de a oposição desistir da relatoria da CPI das ONGs "é zero".

O senador oposicionista Arthur Virgílio (PSDB-AM) foi indicado relator pelo presidente da CPI das ONGs, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), quando o senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) teve que desistir do cargo ao ser indicado para participar também da CPI da Petrobras.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.