Inaugurado novo Galpão de Cereais do Mercado Central

“A Prefeitura Municipal de João Pessoa quer que o Mercado Central cresça e atraia mais clientes, gerando mais renda para as pessoas que aqui trabalham”, afirmou o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) nesta segunda-feira (15), durante a inauguração da reforma do Galpão de Cereais. A solenidade, que marcou a entrega da segunda etapa da obra, com mais 30 boxes, totalizando 61, contou com a participação do vice-prefeito Luciano Agra, secretários municipais e autoridades.

Na oportunidade, Ricardo Coutinho também destacou que na obra foi preservada a estrutura original da década de 40, priorizada a boa iluminação, segurança e acessibilidade. “Essa é uma obra completamente adequada à acessibilidade. O Mercado hoje mistura arquitetura original com a modernidade presente nos pavilhões com estrutura de metal”, disse o prefeito, ressaltando a higiene proporcionada com as modificações feitas e que uma Estação Digital será instalada no local.

No Galpão de Cereais, a PMJP investiu R$ 1,7 milhão para refazer toda a estrutura do prédio, incluindo a cobertura, redes elétrica e hidráulica, de incêndio, o sistema de ventilação e piso, além da construção de uma escadaria e rampa.

A revitalização do Mercado Central segue agora com a conclusão da Praça da Alimentação, que vai beneficiar 42 comerciantes, e em seguida o Galpão I, que compreende a fachada principal, na Avenida Dom Pedro II, com 61 boxes. “Com essas duas obras liberamos a calçada da Pedro II, concluímos a restauração do local, finalizando a fachada principal do Mercado. A previsão é que em 90 dias essa etapa seja entregue”, disse o secretário de Desenvolvimento Urbano, Hildevânio Macêdo, revelando que, em paralelo, já foi dado início ao processo de licitação para reforma dos Galpões II e III, de carnes, frangos e peixes. Por último, o trabalho será concentrado no antigo Sacolão. O custo total da revitalização do Mercado, iniciada em 2006, é de aproximadamente R$ 4,5 milhões.

Hildevânio Macêdo ainda destacou a coragem da administração municipal em realizar uma obra tão grandiosa como a revitalização do Mercado Central e a parceria com os comerciantes. “Estamos contando com o apoio dos comerciantes, pois eles sabem que, no final, quem ganha são eles, a prefeitura e a cidade como um todo”, afirmou o secretário.

Organização – Berenice Cavalcanti da Silva, dona do box 48, que há 17 anos comercializa cereais no local, disse que, além de dar comodidade e higiene aos clientes, o novo Galpão vai permitir mais organização. “Gosto das coisas organizadas. Antes vivíamos jogados e hoje está muito melhor”, disse.

Já Manoel Rodolfo dos Santos, que há 20 anos faz compras no Mercado Central, destacou que os novos boxes do Galpão de Cereais vão permitir que os clientes sejam melhor atendidos. “Essa reforma foi muito boa, antes era tudo no chão. Agora tudo está melhor. Dá gosto comprar aqui”, ressaltou.

As pessoas que trabalham no Mercado, prestando serviços aos comerciantes, também foram beneficiadas com a reforma. “Ficou bem melhor, pois, entre outras coisas, o chão não fica mais molhado e não tem mais perigo de escorregar quando levo as mercadorias”, afirmou  Jorge Alexandre Belo, que há 18 anos trabalha como cabeceiro.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.