Imprensa paraibana se despede do cinegrafista Ramos Lucena

O cinegrafista Ramos Lucena morreu na noite deste sábado, 14 de abril, na UTI do Hospital Samaritano, onde estava internado desde a semana passada. Um amigo do profissional informou que ele enfrentava problemas em uma das pernas e, por esse motivo, era necessária a ingestão de muitos remédios. Há três dias ele respirava com auxílio de aparelhos.

De acordo com a fonte, Ramos tinha complicações no baço, rins e fígado.

Muito querido no meio jornalístico, Ramos tinha mais de 20 anos de profissão e era conhecido por sua simpatia e generosidade. Em 2015, por exemplo, o Portal Correio noticiou que partiu dele o incentivo para que a primeira cinegrafista da TV Correio HD, Jaqueline Félix, de 20 anos, começasse na profissão.

O velório foi iniciado às 16 horas na Central Rosa de Saron, em Jaguaribe, e o sepultamento de Ramos acontecerá às 16 horas deste domingo, 15 de abril, no Cemitério de Cruz das Armas.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.