HU convoca mais de 60 aprovados em processo seletivo emergencial

 

O Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba e vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, iniciou uma nova convocação de profissionais aprovados no Processo Seletivo Emergencial da Ebserh. Essa será a última chamada e contempla mais de 60 profissionais de oito cargos das áreas médica e assistencial. A seleção foi realizada em caráter excepcional para atuação no enfrentamento da covid-19.

Os interessados precisam enviar a documentação exigida até a próxima sexta-feira (22) para o endereço eletrônico divgp.hulw@ebserh.gov.br. Os convocados receberam e-mail da Divisão de Gestão de Pessoas (DivGP) com um documento em anexo listando toda a documentação necessária para a contratação, a qual consta no edital da seleção.

“É necessário que essa documentação seja escaneada e enviada para o mesmo e-mail. Em seguida, os candidatos serão convocados para o exame admissional, caso os documentos estejam em conformidade ao exigido no edital da seleção”, explicou o chefe da DivGP, Emmanuel Dias.

Estão sendo convocados aprovados nos cargos de enfermeiro, fisioterapeuta, médico, enfermeiro – saúde do trabalhador, biomédico, farmacêutico, técnico em enfermagem e técnico em radiologia, cujas vagas são referentes aos processos de seleção n° 01/2020; 02/2020; e 03/2020. Os chamamentos tiveram início em abril do ano passado.

O processo seletivo tem como objetivo suprir a Rede Ebserh com profissionais que atuarão na linha de frente de combate à Covid-19. “Essa nova contratação vai trazer um alento para o Hospital de maneira significativa, a fim de seguirmos prestando assistência de qualidade para os nossos pacientes”, destaca o superintendente do HULW, Marcelo Tissiani.

De acordo com o edital, a ausência do candidato nas datas e horários definidos ou a não apresentação de qualquer um dos documentos exigidos para a contratação implicará na exclusão do candidato do processo seletivo emergencial. A seleção é de caráter urgente e temporária, apenas enquanto durar o estado de calamidade decretado pelo Governo, não impactando os concursos públicos em andamento, que continuam seguindo seus trâmites normais.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.