Hospital Santa Isabel realiza intervenções cirúrgicas neste sábado

Neste sábado (23), 18 cirurgias, sendo nove de hérnia e nove de vesícula serão realizadas no Hospital Santa Isabel dentro do Programa Especial de Cirurgias Eletivas (PECs) 2013, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Iniciado no dia 31 de janeiro passado, o programa segue o cronograma traçado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e está em consonância com a meta de colocar a saúde como uma das áreas prioritárias.
 
Até o momento, já foram realizadas 45 cirurgias, sendo 20 cirurgias ortopédicas de mão, 12 de hérnia, 12 de vesícula e uma de tireóide. Os procedimentos acontecem em horários alternativos – por enquanto, nas noites de quarta e quinta-feira e também aos sábados, durante o dia. A meta é estender esse cronograma para atender mais pacientes.
 

Como foi anunciado pelo secretário de Saúde, Lindemberg Medeiros, outras especialidades também entrarão no PECs, como cirurgias de próstata e de varizes. “O objetivo do programa é atender a demanda reprimida das cirurgias eletivas de João Pessoa e dos municípios com os quais temos pactuação”, ressaltou o  secretário. Ele salientou que todas as intervenções ocorrerão dentro de uma programação que respeitará, em primeiro lugar, a segurança do paciente.

 
Zerar a fila – Segundo o diretor geral do Hospital Santa Isabel, Tarcísio Campos, há 100 cirurgias previstas para este mês, dentro do PECs. “Nosso objetivo, em março, é atingir o dobro. Enquanto isso, incrementaremos também as cirurgias dentro do período normal, com a pretensão de estabelecer uma média de 400 intervenções por mês”, disse.
 
De acordo com ele, há um esforço coletivo por parte de todos os profissionais envolvidos no programa, de médicos e enfermeiros a fisioterapeutas, farmacêuticos e maqueiros, além das três diretorias do hospital, no intuito de “zerar a fila” de cirurgias eletivas no município. “O maior beneficiado será o paciente”, ressaltou.
 
O Santa Isabel conta, atualmente, com 14 especialidades e um centro de diagnóstico que se equipara aos grandes hospitais privados da Paraíba.
 
Procedimento – Os pacientes que estão aguardando cirurgias eletivas marcadas e que já estão com exames prontos, não precisam se dirigir ao hospital, pois cada um receberá um telefonema avisando sobre a data da cirurgia. Quanto às cirurgias de maior complexidade, como neurológicas, urológicas, otorrinolaringológicas, bariátricas e de tórax, a compra do material necessário já foi providenciada e essas cirurgias serão iniciadas.
 
Como fazer – A porta de entrada para o ambulatório de cirurgia eletiva é a Central de Marcação de Consultas, por meio de solicitações das Unidades de Saúde da Família (USFs) e Unidades Básicas de Saúde (UBS) de João Pessoa e municípios pactuados.
 
No Ambulatório Médico de Especialidades Cirúrgicas do hospital, o paciente será atendido pelo cirurgião, que solicitará os exames pré-operatórios e agendará a cirurgia. Atualmente, além de João Pessoa, 176 municípios do Estado são atendidos pela rede municipal de saúde da Capital.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.