Homem ameaça explodir hotel e faz mensageiro refém em Brasília

O homem que invadiu um quarto do Hotel St. Peter com ameaças terroristas foi identificado pela Polícia Civil. De acordo com o delegado que comanda a operação, Marcelo Fernandes, o nome do suspeito já foi levantado, mas ainda não pode ser divulgado. Ele ressalta a possibilidade de ter grande quantidade de explosivos no local. “Não conseguimos confirmar porque não temos contato visual com ele. Pelo que conseguimos observar, ele está sóbrio, mas divaga nas ideias”, afirma.
 
No momento da invasão, havia 300 pessoas no hotel. De acordo com o cozinheiro-chefe, que não quis dizer o nome, o homem teria feito check-in em dois quartos no 10º andar, por volta das 5h desta segunda-feira. Três horas depois, ele teria invadido o primeiro cômodo. Toda a área próxima ao hotel está interditada. O homem bateu nas portas dos quartos e pediu aos hóspedes que deixassem o hotel, pois era uma ameaça terrorista. 
 
O mensageiro do hotel é feito de refém e está vestido com um colete com dinamites e uma mochila nas costas. A todo o momento, o suspeito de terrorismo aparece na varanda de um quarto no 13º andar com a arma apontada para o refém. Segundo informações, o suspeito seria Secretário Municipal de Agricultura de Combinado/ TO. Em 2009, tentou um concurso para oficial da Polícia Militar, mas foi reprovado. Nas negociações com a polícia, não pede dinheiro, fala mais em questões políticas. 
 
 
 
Correio Braziliense

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.