Hervázio promete anunciar apoio a Maranhão até sábado

O vereador Hervázio Bezerra (PSDB) deu mais uma demonstração de que seu apoio à pré-candidatura do governador José Maranhão é irreversível. Ele esteve em Sapé nesta terça-feira à noite para prestigiar a ida do peemedebista ao município. Hervázio informou que o anúncio oficial do apoio deve acontecer até o próximo sábado, mas que a decisão já está clara. “A partir de agora vamos nos engajar na campanha do governador”, declarou.

E justificou: “Foi uma decisão que nós tomamos de não votarmos no candidato do PSB (ex-prefeito Ricardo Coutinho)”. Hervázio ressaltou a forte ligação que tem com o senador Cícero Lucena (PSDB) e, com a desistência da pré-candidatura ao governo do Estado do tucano, decidiu que o apoio será para reeleger Maranhão.

Outros dois vereadores do PSDB da capital, tidos como da "ala Cicerista" – Marcos Vinícius e Luiz Flávio -, deverão seguir o projeto político de Maranhão, informou Hervázio. “O vereador Marcos Vinícius já decidiu seguir o mesmo caminho (o de apoiar o governador) e acredito que Luiz Flávio também. Portanto, teremos toda a bancada do PSDB apoiando o governador Zé Maranhão”, declarou.
Hervázio deu a entender que a decisão de apoiar o governador José Maranhão não deveria causar surpresas. “Há tempos eu já dizia que se houvesse qualquer problema, qualquer atropelo com a candidatura de Cícero, eu votaria no governador Maranhão”, disse o vereador da capital.

Ele afirmou não querer “profetizar”, mas acredita que outras lideranças da "ala Cicerista" devem aderir, sim, a Maranhão. Ele aproveitou para incluir nessa conta integrantes do Democratas. Perguntado sobre nomes, preferiu fazer mistério. Hervázio afirmou que a prática “arrogância e prepotência do ex-prefeito Ricardo Coutinho é conhecida em todo o Estado e tem dificultado as suas pretensões em atrair principalmente o PSDB”.

A decisão de apoiar a pré-candidatura de Maranhão já foi comunicada ao senador Cícero Lucena. “Eu já conversava com Cícero uma semana antes de ele (Cícero) renunciar a sua postulação. Ele tinha conhecimento. Hoje à tarde (ontem) conversei com ele, disse que estaria em Sapé ao lado de outro amigo seu, que é João da Utilar”, explicou Hervázio Bezerra.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.