Haraquiri: PF cumpre mandados hoje por fraudes previdenciárias de R$ 800 mil

A Polícia Federal, em conjunto com a Coordenação de Inteligência Previdenciária do Ministério da Fazenda, deflagrou a “Operação Haraquiri”, com o objetivo de colher provas relacionadas à investigação policial conduzida pela Delegacia de Combate aos Crimes Previdenciários, da Superintendência Regional de Polícia Federal na Paraíba.

Um dos imóveis onde estão sendo cumpridos mandados fica no Ernesto Geisel. Uma viatura da Polícia Federal deixou o local por volta das 7 horas da manhã e os policiais estavam acompanhados de um homem que não estava algemado. O delegado à frente da PF é Derly Brasileiro.

Os inquéritos policiais, instaurados a partir de março de 2017, apuram a prática de irregularidades por ocasião do requerimento, concessão e manutenção de benefícios previdenciários, na cidade de João Pessoa/PB, crime tipificado no artigo 171, parágrafo 3º, do Código Penal Brasileiro.

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em imóveis relacionados aos investigados, expedidos pela 16ª Vara Federal da capital.

O prejuízo aos cofres da Previdência Social gira em torno de R$ 800.000,00.

Haraquiri – O nome da operação se dá em razão do falecimento de um dos investigados, na data em que prestaria esclarecimentos à Polícia Federal.

Reprodução da TV Cabo Branco – Repórter Danilo Alves na cobertura da Operação

Comentários